Publicado por: Thiago Césare | dezembro 2, 2011

Botucatu, Garopaba

SÃO PAULO (Babilônia!) Salvem, todos! Escrevendo do terminal rodoviário Tietê, em São Paulo, retornando lá do Instituto Elo, Botucatu, onde concluí o primeiro módulo da primeira etapa do curso de Agricultura Biodinâmica.

O curso superou minhas expectativas e irei aos poucos – e na medida do possível, pois temos uma mudança a fazer esta semana – pingar aqui insights, novos saberes e implosões de paradigmas, muitas implosões!

Mas já que estou no coração da Babilônia, gostaria de fazer um registro sobre o Rio Tietê, para este blogueiro um ícone de nossa cultura.

Todo o leito que pude ver da janela do ônibus é pavimentado, abarrotado de lixo nas margens, desprovido de árvores e com várias galerias de escoamento despejando água escura e espumante a cada 50 metros. Puro esgoto.

Fiz o exercício de imaginar como seria este gigante há 100 ou 200 anos atrás, ou até mesmo antes da colonização da região. A imagem abaixo é da década de 1910, na mesma São Paulo.

Merecemos mesmo um cataclisma.

 

Anúncios

Responses

  1. Fico demasiadamente feliz,que tenhas gostado da primeira etapa do teu curso,bom retorno….Bjos.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: